Caniballs Cup 2018, Competição e Diversão da Tribo

dezembro 22, 2018

 

O Caniballs Cup é o campeonato interno do Caniballs. Muitos atletas esperam ansiosamente pelo fim do ano para participar. Esse campeonato consiste em dividir os alunos de cada categoria em times (onde eles escolhem nome do time, capitães, estratégias…) que jogam entre si. Essa é a visão de quem vê de fora, que nem imagina a sensação de jogar lá. Quem está respirando o Caniballs Cup, vê outra coisa totalmente diferente. Vê a união, a garra, a competição e, o mais importante de tudo, a diversão.

Todos estão ali pelo seu time, eles transpiram aquilo, aquele momento. É muito fácil ver no rosto de cada um a vontade de vencer, a sideline fervendo de gritos e incentivos, mas, além de tudo, de rir ao lado dos seus amigos e até fazer novas amizades. Porque esse é o intuito do campeonato, retomar sempre a ideia de #tribo do Caniballs, porque somos uma grande família. Apoiamos uns aos outros sempre.

Esse evento é importante por alguns porque é uma oportunidade para conseguir demonstrar o desenvolvimento pessoal, seja do time de desenvolvimento, sub-16 ou feminino; o momento para aliar esse desenvolvimento pessoal com o trabalho em equipe, em conjunto; uma forma de ajudar os treinadores a enxergarem e avaliarem o desenvolvimento de todos; uma maneira dos treinadores principais avaliarem a base pro próximo ano de campeonato; a hora certa de descontração, de zoar seus amigos, de comemorar e de chorar.

O Caniballs também premia os que se destacam, e como muitos anseiam o campeonato, todos querem um pedacinho dos prêmios. Diferente de muitas competições, concedemos prêmios por posição (recebedor, defensor, blitzer e quaterback) e para o atleta que mais teve atitudes de fair play e o melhor líder, a partir de estatísticas e os votos dos treinadores.

Esse ano, tiveram grandes revelações dos novatos. Aquela frase “a base vem forte”, se enquadra muito bem no Caniballs. E esse é mais um quesito importante do campeonato, o evento é para todos, mas principalmente para os iniciantes pegarem o ritmo de jogo, regras, trabalho de equipe e entrosamento entre eles e os veteranos.

Além de tudo isso, de todos os jogos, dos diferentes times, se foram criados logos ou se fizeram camisetas, no fim de tudo, somos todos Caniballs, com muito amor e orgulho.

MVPs

Adulto

  • MVP QB – Anderson Martins (Ratata)
  • MVP Receiver – Lauro Wasuke (Máquina do Mal)
  • MVP Blitzer – Bruno Siqueira (Quebrada)
  • MVP Defender – Patrick Costa (Ratata)
  • MVP Fair Play – Rafael Bittencourt (Bode Respiratório)
  • Melhor Líder – Reinaldo Andrade (Bode Respiratório)

Sub-16

  • MVP QB – Joao Marcos
  • MVP Receiver – Talles Lage (Melhor que 49ers)
  • MVP Blitzer – Rafael Jorge (Melhor que 49ers)
  • MVP Defender – Pedro Rebelo (Tebow Daciolo)
  • MVP Fair Play – Miguel Atanes (Tebow Daciolo)
  • Melhor líder – Pedro Rebelo (TebowDaciolo)

Feminino

  • MVP QB – Fernanda Contento (DFlag)
  • MVP Receiver – Tayenni (Las Tequileras)
  • MVP Blitzer – Iara Moreira (Las Tequileras)
  • MVP Defender – Giovanna Rodrigues (Las Tequileras)
  • MVP Fair Play – Samantha Leeto (Little Monsters)
  • Melhor Líder – Leticia Ramos (Las Tequileras)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WARNING: Please select a season ID...

Curta no Facebook